Que o excesso de luz prejudica a visão é algo que todos sabem, ou deveriam saber. Porém, são poucas as pessoas que de fato conhecem as consequências dessa falta de cuidado com os olhos.

Quando falamos de luz solar, os riscos aumentam expressivamente, visto que os raios ultravioletas são capazes de gerar grandes danos aos olhos. Sendo assim, para conhecer quais são essas consequências para visão, continue a leitura!

Quais são as doenças oculares?

Córnea, cristalino (lente natural do olho), conjuntiva, mácula e pálpebra estão sugestíveis a sofrerem danos se não houver a devida proteção contra os raios UV.  Percebe-se então, uma vasta possibilidade de estruturas que podem ser afetadas. Dito isso, conheça os problemas de visão que serão desencadeados quando o olho for submetido a luz em excesso por longos períodos.

1. Câncer na pálpebra

A alta exposição solar a pálpebra pode desenvolver o chamado melanoma ou carcinoma. O paciente diagnosticado com esse tipo de complicação, sofrerá uma mudança aparente na pálpebra: espessura, inchaço, textura diferente, alteração da cor da pele da região e queda de cílios.

2. Catarata

O excesso de luz é capaz de acelerar o processo de desenvolvimento da catarata! Poucos sabem da relação dessa condição com a catarata. Caracterizada pela turvação e amarelamento do cristalino, os sintomas podem se manifestar também através de visão embaçada e até cegueira! Neste artigo, falamos um pouco mais sobre os tratamentos. [link: http://oftalmocitta.com.br/index.php/dicas/entenda-melhor-a-catarata]

3. Danos à retina

A retina é um tecido nobre que reveste o interior dos nossos olhos. Ela é responsável por captar a imagem que é transmitida ao nosso cérebro. Quando exposta a luz do sol sem proteção, doenças como maculopatia solar ou degeneração macular podem aparecer.

Por isso, assim como nossa pele necessita de protetor solar ao se expor ao sol, nossos olhos também. Sem proteção, inúmeras doenças oftalmológicas que vão se desenvolver a partir dos danos causados pela exposição prolongada aos raios ultravioletas.

Por isso, frequente seu médico oftalmologista anualmente para saber mais sobre a sua saúde ocular! Além disso, busque os devidos cuidados ao se expor a luz solar. Opte por óculos de sol indicados pelo seu oftalmologista e fuja dos produtos oculares piratas.