A Síndrome do Olho Seco é uma condição ocular caracterizada pelo déficit de produção de lágrimas e atinge milhões de brasileiros. Entre os sinais da doença estão a sensação de ressecamento da superfície do olho, vermelhidão, ardor e coceira.

A doença pode atingir qualquer um, porém, existem alguns fatores de risco capazes de influenciar no desenvolvimento da doença como idade, fatores ambientais (fumo, alimentação e etc), doenças sistêmicas e autoimunes (lúpus, artrite reumatóide e etc.). 

Continue a leitura e entenda sobre as causas e os tratamentos para Síndrome do Olho Seco 

Qual a causa para Síndrome do Olho Seco?

Em sua grande maioria o surgimento da Síndrome do Olho Seco está relacionada a ambientes secos, com ar condicionado ou muito vento. Entretanto, fatores como remédios antialérgicos, anticoncepcionais e doenças sistêmicas e autoimunes podem reduzir a função das glândulas lacrimais. 

Quem usa lente de contato pode desenvolver Síndrome do Olho Seco?

Em alguns casos, a lente de contato é capaz de causar a perda do componente aquoso da lágrima e causar o acúmulo de proteína nas lentes. Ambas as situações são capazes de influenciar o desenvolvimento e agravar a Síndrome do Olho Seco. 

Como diagnosticar a Síndrome do Olho Seco?

O diagnóstico será feito através da visita ao oftalmologista. Ao manifestar os sintomas como secura, vermelhidão, coceira, ardor, sensação de corpo estranho e de “areia” ou fotofobia, o paciente passará por um exame detalhado com oftalmologista em busca do tratamento adequado para o quadro clínico. 

Qual o tratamento para Síndrome do Olho Seco?

Após o diagnóstico, o oftalmologista poderá indicar uso de lágrimas artificiais ou colírios específicos e suplementação vitamínica. Esses medicamentos vão auxiliar na lubrificação dos olhos e diminuir o desconforto causado pela doença. 

Em casos mais complexos, outras abordagens serão necessárias como procedimentos que influenciam na drenagem das lágrimas ou uso de lentes de contato específicas para olhos severamente secos.

Para conforto e qualidade de vida, visite seu oftalmologista!

Em hipótese alguma siga o caminho da automedicação. A Síndrome do Olho Seco pode ser facilmente tratada no consultório oftalmológico sem trazer consequências graves à saúde dos seus olhos.