O aprendizado durante o período escolar é determinante para o desenvolvimento da criança.  Cerca de 80% das informações processadas na escola são visuais. Sendo assim, para que o pequeno tenha um bom rendimento nessa fase, um dos principais cuidados que os pais devem ter com os filhos, envolve a saúde ocular.  Para garantir que o seu filho não tenha nenhum tipo de alteração na visão que possa prejudicar o rendimento, é indispensável o acompanhamento oftalmológico antes de ingressar no período escolar.

 

Problemas de visão e aprendizado:

A saúde dos olhos em dia permite que o pequeno consiga processar corretamente o estímulo visual. Caso haja o desenvolvimento de alguma alteração ocular sem o devido tratamento, a criança pode ter dificuldade para interpretar o que está sendo captado.

Alterações oculares que prejudicam o aprendizado

Os principais são miopia, hipermetropia e astigmatismo.  Esse tipo de erro refrativo afeta diretamente a capacidade de estímulo visual da criança. O estímulo visual é determinante para o processo de aprendizagem. Sem o tratamento correto, o quadro pode se agravar para perda visual irreversível na idade adulta (ambliopia, conhecida como “Olho Preguiçoso”).

Como identificar se o meu filho tem problema na visão?

Acompanhar de perto o avanço do seu filho na fase escolar é determinante para identificar qualquer tipo de dificuldade. O ideal, é que a cada ano, os pais levem os filhos para realizar uma avaliação oftalmológica! Principalmente, antes do início do período escolar.

No entanto, há outras maneiras de perceber que é hora do seu filho fazer uma visita ao oftalmologista. São eles:

1. Dores de cabeça ou fadiga ocular;
2. Visão turva ou visão dupla;
3. Preguiça para ler e realizar trabalhos;
4. Dificuldade para ser obter foco em atividades visuais;
5. Costuma chegar bem próximo do livro para ler;
6. Girar ou inclinar a cabeça para usar apenas um olho, fechar ou cobrir um olho;
7. Piscar ou esfregar os olhos excessivamente;
8. Tem dificuldade para lembrar o que foi lido;
9. Apresentar desvios oculares.

Caso seu filho apresente os sintomas citados anteriormente, ele precisará fazer uma visita o quanto antes ao oftalmologista. Assim, o médico especialista conseguirá analisar de forma detalhada todo quadro clínico do pequeno.

Não espere que a qualidade de vida da criança seja afetada! Mantenha os exames de rotina do seu filho em dia.

Ficou interessado em marcar uma consulta? Tem alguma dúvida? Entre em contato pelo telefone ou WhatsApp: (21) 2493-8561.