A catarata nada mais é do que o processo de opacificação do cristalino, a lente que se encontra atrás da íris e da pupila. A doença é a causa mais comum de cegueira em pessoas acima dos 40 anos de idade. Reunimos alguns fatores que influenciam no desenvolvimento da catarata.

cataratamadura

1 – Tabagismo e uso do álcool

O tabagismo causa a diminuição das defesas do organismo e aumenta o número de radicais livres, o que gera a condição propícia para o desenvolvimento da doença ocular, assim como o alcoolismo, pelo mesmo motivo, também está relacionado ao aparecimento da catarata.

2 – Exposição aos raios ultravioleta (UV)

Segundo a OMS, até 20% dos casos de cegueira mundial são decorrentes da exposição constante à radiação UV. A exposição constante à radiação ultravioleta pode resultar no surgimento da catarata. Por isso é recomendado o uso de óculos de sol e chapéu sempre que for se expor aos raios ultravioletas, independente da hora do dia.

3 – Hereditariedade

Estudos mostram que se alguém tem catarata seus filhos têm 70% de chances de desenvolver a doença mais precocemente. A hereditariedade é o principal fator para o surgimento da catarata.

4 – Diabetes

Pesquisas mostram que até 4% de todos os casos de catarata sejam atribuídos ao diabetes. Além disso, a doença também causa outras doenças graves, como a retinopatia diabética.

5 – Corticoides

O uso prolongado de corticoides e medicamentos à base de cortisona também é um dos fatores que podem acelerar no surgimento da catarata.

Ainda não foram descobertas formas de evitar o desenvolvimento da catarata, mas estudos mostram que a alimentação pode fazer a diferença. Consumir alimentos ricos em vitamina E, como semente de girassol, amêndoas e espinafre auxiliam e fortalecem a visão, bem como outros alimentos que sejam fontes de luteína, como couve e outras verduras. Estes alimentos podem contribuir bastante para a saúde ocular. Além disso, estudos mostram que vitaminas antioxidantes como a Vitamina C e alimentos que contém ácidos graxos podem reduzir o risco de catarata.

Para pessoas acima dos 40 anos é recomendável manter uma rotina de consultas com oftalmologistas, para acompanhar o possível desenvolvimento. Cuide da sua saúde!