Por mais que as pessoas estejam cientes com a relação da cegueira e o diabetes, o número de casos de perda total de visão, continua aumentando! Calcula-se que até 80% dos pacientes que tenham diabetes há 25 anos ou mais sejam atingidos pela retinopatia.

Mas afinal, por que isso acontece?

Falhas no tratamento do diabetes

Depois de ser diagnosticado com a doença, é necessário seguir à risca todos os procedimentos indicados pelo seu médico. Os diabéticos que não tratam a doença de forma adequada, tendem a sofrer consequências graves, uma delas é a retinopatia diabética, responsável pelo aumento do número de casos de cegueira entre os portadores da doença. A falta de disciplina na hora do controle da alimentação e na rotina dos medicamentos, provoca o desenvolvimento da doença sem que o paciente perceba.

Ausência ou poucos sintomas no início da doença

Em alguns tipos de diabetes, especialmente o tipo 2, o aumento de açúcar no sangue pode ser assintomático. A enfermidade só é identificada claramente quando os as alterações estão em estágio avançado e a visão começa a ficar embaçada. Nos casos mais avançados, pode ocorrer hemorragias vítreas ou descolamento de retina com baixa importante da visão.

É recomendado que pacientes portadores do diabetes tipo 1 realizem o primeiro exame de fundo de olho até 5 anos após do diagnóstico. Já os pacientes portadores de diabetes tipo 2, o exame oftalmológico e fundo de olho deve ser feito imediatamente. A frequência das consultas com o oftalmologista vai depender do grau de acometimento, podendo variar de 3, 6 meses ou a cada ano.

Não coloque a sua visão em risco. Se você possui a diabetes, consulte um médico especialista. Ele saberá te guiar no melhor tratamento! Não espere que os sintomas apareçam, cuide da sua saúde ocular!

Ficou interessado em marcar uma consulta? Tem alguma dúvida? Entre em contato pelo telefone ou WhatsApp: (21) 2493-8561.