A doença é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. O tratamento do glaucoma geralmente envolve o uso de colírios para controlar a pressão intraocular de forma contínua. As cirurgias e o uso de laser entram como uma segunda etapa, que cobre o tratamento quando as primeiras opções já não surtem efeito. Mas com o avanço das pesquisas, esse protocolo tem sofrido alterações.

Laser agora é a primeira opção no tratamento

O periódico The Lancet publicou um estudo que aponta que um tipo específico de intervenção com laser, a tabeculoplastia seletiva, pode oferecer melhores resultados do que os colírios no controle da pressão dos olhos. Sendo assim, esse tratamento tem sido muito utilizado por especialistas como a primeira opção no tratamento.

Resultados das pesquisas podem mudar o rumo do tratamento do glaucoma

O estudo publicado acompanhou 718 portadores de glaucoma de ângulo aberto ou de hipertensão ocular divididos em dois grupos. Destes, 356 passaram pela trabeculoplastia a laser seletiva, enquanto 362 receberam o tratamento através de colírios. O resultado mostrou que após 36 meses cerca de 74% dos indivíduos tratados com laser não precisavam mais aplicar nenhum medicamento diariamente. Além disso, 93% das pessoas que utilizaram laser adequaram a pressão.

Os resultados obtidos prometem mudar os rumos do tratamento de glaucoma. Existiam dúvidas se o tratamento a laser seria tão eficaz como o do colírio, mas os dados mostram que ele pode ser superior. Esse tratamento pode sair mais barato do que o uso constante de medicações tópicas a longo prazo, além de evitar constantes deslocamentos para farmácias, exames e consultas.

Tratamento com colírio

O colírio continua sendo uma ótima opção de tratamento. As pesquisas sobre o laser precisam avançar ainda mais para que ele seja considerado a primeira opção. A pesquisa segue mais no sentido de ampliar as possibilidades de tratamento para cada paciente, de acordo com suas necessidades. Além disso, uma parcela dos pacientes pode mesmo após a aplicação do laser, necessitar de uso de colírios para manter a pressão intraocular ideal.

Independente das opções prioritárias de tratamento, uma coisa é certa: é preciso se prevenir e tratar o glaucoma! Se você sofre com o problema, não deixe de fazer um acompanhamento constante do seu quadro com um oftalmologista. Isso é muito é importante para que você conserve a sua visão.

Precisa de uma consulta? Podemos te ajudar, entre em contato conosco através do telefone (21) 2493-8561 ou pelo Whatsapp