A terceira idade, assim como qualquer fase da nossa vida, exige cuidados específicos com a saúde. Com o passar dos anos, nosso corpo vai apresentando algumas mudanças decorrentes do envelhecimento, mas que podem e devem ser tratadas. A perda da visão é um desses problemas e hoje vamos falar sobre as doenças oculares mais comuns nessa faixa etária.

Catarata senil

A catarata é a principal causa de cegueira reversível no mundo. A doença é caracterizada pelo envelhecimento natural do cristalino dos olhos, que se opacifica e impede a visão perfeita. O principal sintoma da catarata é o embaçamento visual, que evolui de maneira gradual até a completa perda da visão. O tratamento da catarata é feito através de uma cirurgia que substitui o cristalino por uma lente intraocular transparente. O procedimento é considerado seguro, rápido, indolor e com resultados muitíssimos satisfatórios.

Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI)

A DMRI é considerada a maior causa de cegueira definitiva em idosos no mundo. Ela atinge a mácula, região supersensível e importante da nossa retina, responsável pela visão central de detalhes e leitura. O principal sintoma da doença é o embaçamento visual central e/ou distorção de formas, evoluindo com mancha central e irreversível da acuidade visual. Para diminuir os riscos de desenvolver o quadro é recomendado manter uma dieta saudável, não fumar, realizar exercícios físicos regularmente e proteger os olhos da radiação solar.

Presbiopia

A presbiopia nada mais é do que a dificuldade em ver de perto. Geralmente, ela começa a ficar mais comum a partir dos 40 anos e tem como principal causa a perda da acomodação do cristalino. O quadro pode ser corrigido através de óculos receitados por um oftalmologista após um exame detalhado.

Glaucoma

O glaucoma é caracterizado pela perda progressiva da visão periférica causada, na grande maioria das vezes, pelo aumento da pressão ocular. Para se prevenir dos danos causados pela doença é importante manter uma rotina de consultas com um oftalmologista, principalmente após os 45 anos de idade. Após os 60 é recomendado consultar-se pelo menos uma vez ao ano para verificar a saúde e a pressão ocular.

Doenças Vasculares

A hipertensão arterial e diabetes são doenças muito prevalentes e estão relacionadas às doenças da retina e aparecimento precoce da catarata. Por isso, o controle da pressão arterial, do colesterol e da glicemia são essenciais para evitar o desenvolvimento desses problemas e, consequentemente, a perda da visão ou parte dela.

Retinopatias

As retinopatias têm sua origem em doenças que costumam ser muito comuns na terceira idade: diabetes, hipertensão arterial e colesterol alto. Elas causam problemas de circulação na região, causando deformações nos vasos sanguíneos e hemorragias (sangramentos). No início, elas podem não causar sintomas, mas conforme vão se desenvolvendo podem provocar embaçamento e diminuição da acuidade visual. Realizar o controle da glicemia e da hipertensão é essencial para afastar os riscos da doença.

Olho Seco

Esse problema é bastante comum com o avançar da idade, principalmente em mulheres após a menopausa por conta das mudanças hormonais. Na grande maioria dos casos, o controle do quadro é feito através do uso de colírios lubrificantes, pomadas ou gel. Cirurgias corretivas, enxertos, suturas provisórias ou definitivas também podem ser empregados nos casos mais graves.

A terceira idade é uma fase incrível que deve ser aproveitada da melhor maneira possível. Cuide bem da sua visão, ela é muito importante para a manutenção de uma qualidade de vida boa. Cuide-se!

Precisa de uma consulta? Podemos te ajudar, entre em contato conosco através do telefone (21) 2493-8561 ou pelo Whatsapp